Água no chope: No jogo 150, Red Bull Brasil perde em casa para o Velo Clube

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em jogo emocionante, a equipe campineira sofreu a primeira derrota na segunda fase da Copa Paulista

Teve de tudo no jogo 150 da história do Red Bull Brasil: Foram cinco gols, cinco bolas na trave, erro de arbitragem e muita, mas muita chuva. Na manhã deste domingo, a equipe campineira perdeu para o Velo Clube por 3 a 2 no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela segunda fase da Copa Paulista. Foi a primeira derrota do time na segunda fase da competição.

Com o resultado, o Red Bull Brasil segue na segunda colocação do grupo 6, com dois pontos e um jogo a mais que Juventus e Oeste, que se enfrentam na próxima terça-feira, em São Paulo. O time comandando por Luciano Dias volta a jogar no próximo sábado, novamente contra o Velo Clube, em Rio Claro.

O jogo deste domingo começou em alta velocidade e o time da casa teve a primeira chance. Aos sete minutos, o atacante Juan recebeu na área, girou o corpo e chutou forte, a bola desviou no goleiro Roni e foi para escanteio.

No primeiro ataque, o time visitante abriu o marcador em um lance polêmico. Aos 13 minutos, o volante Fabinho cruzou da direita, o atacante Reginaldo cabeceou na trave, mas o árbitro viu mão do zagueiro Dão e marcou pênalti. O zagueiro Denner cobrou a penalidade com força e abriu o placar.

O Velo Clube quase ampliou aos 28 minutos. O meia Felipe Piovesan cobrou falta da entrada da área e acertou a trave esquerda do goleiro Gustavo. Cinco minutos depois, o time de Rio Claro fez o segundo. Aos 33 minutos, Paulinho fez grande jogada individual pela esquerda, invadiu a área e bateu cruzado, Gustavo espalmou e o atacante Reginaldo aproveitou o rebote para tocar a bola para as redes.

Em desvantagem, o Red Bull Brasil foi para o ataque e teve três grandes chances. Aos 40 minutos, em cobrança de falta da entrada da área, o volante Baiano acertou a trave esquerda de Roni. Aos 43 minutos, o lateral-direito Dedê aproveitou rebote da defesa e chutou cruzado, mas a bola saiu raspando a trave de Roni. Aos 44, Juan recebeu livre na área, tirou o goleiro Roni e soltou a bomba, mas a bola explodiu novamente na trave. Nos acréscimos, o Velo Clube acertou a trave pela segunda vez.

O time campineiro levou um susto logo no começo do segundo tempo. Aos dois minutos, o atacante Leleco aproveitou bobeada da zaga e soltou a bomba da entrada da área, mas o goleiro Gustavo fez grande defesa. O lance acordou o time da casa e, no minuto seguinte, o atacante Juan recebeu na área e soltou a bomba para diminuir para o Red Bull Brasil.

De tanto buscar o ataque, o Red Bull Brasil chegou ao empate aos 22 minutos. Após escanteio da direita, o atacante Aleílson subiu de cabeça e fez o segundo gol do time campineiro.

Em busca da vitória, o time da casa foi para o ataque e deu espaços para o Velo Clube, que soube aproveitar. Aos 29 minutos, o meia Felipe Piovesan tocou para Leleco, que passou pelo marcador e chutou cruzado para fazer o terceiro gol da equipe visitante.

No final do jogo, aos 42 minutos, Juan fez boa jogada individual e soltou a bomba de dentro da área, mas o goleiro Roni espalmou para escanteio. Nos acréscimos, Leleco desempatou também o placar das bolas na trave com um chute da entrada da área que explodiu no travessão.

“Não merecíamos a derrota. O pênalti mudou toda a situação do jogo. Eles gostam de jogar no contra-ataque e tiveram essa chance. Nós controlamos o jogo, conseguimos o empate e depois faltou um pouco de tranquilidade para não darmos espaços ao adversário”, afirmou o técnico Luciano Dias.

RED BULL BRASIL 2 X 3 VELO CLUBE

Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Alessandro Darcie

Gols: Denner, aos 14, Reginaldo, aos 33 minutos do primeiro tempo. Juan, aos três, Aleílson, aos 22, Leleco, aos 29 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Paulinho, Dão, Erick, Ruhan, Denis, Fandinho, Juan,

RED BULL BRASIL
Gustavo, Dedê, Eduardo, Dão (Lima, aos 14 minutos do segundo tempo) e João Paulo; Dudu, Baiano, Mário Lúcio (Leomir, aos 33 minutos do segundo tempo) e Anderson Ataíde (Selmir, no intervalo); Aleílson e Juan. Técnico: Luciano Dias

VELO CLUBE
Roni, Ruhan, Denner (Fandinho, no intervalo), Ernando e Erick (Rafinha, aos 18 minutos do segundo tempo); Denis, Paulinho (João, aos 25 minutos do segundo tempo), Fabinho e Piovesan; Reginaldo e Leleco. Técnico: João Valim

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: